Premium Contabilidade Assessoria e Auditoria

Contabilidade no Distrito Federal

Abertura de Empresa

AMORTIZAÇÃO: QUAIS VANTAGENS PODE TER A EMPRESA?

As rotinas financeiras são as que mais requerem atenção das empresas. Isso, pois uma distração, esquecimento ou troca de conceitos pode resultar em multas e outras penalidades. Por isso, hoje vamos nos aprofundar no que significa amortização na contabilidade.

Preparado para descobrir o que é amortização na contabilidade e como isso pode impactar nos resultados da empresa? Então continue lendo:

AFINAL, O QUE É AMORTIZAÇÃO NA CONTABILIDADE?
Amortização na contabilidade, também conhecida como amortização contábil, é a operação que registra a diminuição do valor de bens intangíveis no ativo permanente de uma empresa. Em outras palavras, é a perda de valor do capital aplicado na aquisição de um ativo intangível com existência ou exercício de duração limitada.

É possível usufruir de um ativo intangível durante um certo tempo, seja por conta do tempo de contrato ou de concessão que vai caminhando para o término. Assim, a amortização calcula a perda de valor do bem em comparação com o tempo restante que a empresa pode utilizá-lo.

Antes de avançarmos é importante frisar a diferença entre amortização e depreciação. Ambos se referem a desvalorização de ativos, porém a amortização é aplicada para ativos intangíveis, enquanto a depreciação é adotada em ativos tangíveis.

Há diversos ativos intangíveis que podem sofrer amortização contábil, por exemplo, marcas e patentes, softwares e websites, direitos autorais, etc.

A lista dos bens que podem sofrer amortização na contabilidade pode ser consultada no Art. 325 do Decreto nº 3.000, de 26 de março de 1999. Além disso, consulte o Pronunciamento Técnico CPC 04 (R1) do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) para mais informações sobre ativos intangíveis.

QUAIS VANTAGENS A AMORTIZAÇÃO CONTÁBIL PODE TRAZER?
São várias as vantagens que a amortização contábil pode trazer para os resultados de uma empresa. Por exemplo:

Não sofrer penalizações;
Planejamento Orçamentário assertivo;
Reduzir gastos com tributos.
Agora, vamos nos aprofundar em cada uma dessas vantagens:

NÃO SOFRER PENALIZAÇÕES
Pode até parecer estranho que a primeira vantagem da amortização contábil é justamente ser não sofrer penalizações. Mas acredite: ocultar, intencionalmente ou não, valores de amortizações do balanço pode resultar em penalidades para a empresa.

Inclusive, se comprovada a intenção, a empresa pode ser autuada por fraude contábil.

PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO ASSERTIVO
Promover os descontos contábeis referente a amortização de bens intangíveis é importante pois ajuda a empresa a ter caixa quando for substituir este ativo ou mesmo adquirir outro para compor a operação do negócio.

Desse modo, a amortização contábil torna o planejamento orçamentário mais assertivo. Isso, pois permite estimar as reduções que devem ser feitas e até mesmo quando o novo ativo deve ser adquirido.

Além disso, é possível conhecer o valor real dos ativos da empresa, o que permite tomar decisões mais acertadas sobre futuros investimentos.

Importante: A amortização desses bens deve ser contabilizada mensalmente em conta redutora específica.

REDUZIR GASTOS COM TRIBUTOS
A amortização contábil pode entrar nos cálculos de custos ou despesas dependendo do uso do bem intangível. Quando o ativo é utilizado diretamente na atividade-fim da empresa, é custo; quando é usado de forma indireta, é uma despesa.

Desse modo, a amortização na contabilidade pode impactar também o valor do patrimônio líquido da empresa. Assim, como a amortização pode diminuir o valor contábil da empresa, isso impacta em seu lucro tributável, ou seja, pode reduzir os impostos que a empresa deve pagar.

COMO CALCULAR A AMORTIZAÇÃO NA CONTABILIDADE
Em teoria o cálculo da amortização na contabilidade não é complexo, mas é preciso analisar alguns fatores.

Primeiramente, é preciso conhecer o valor pago por determinado bem intangível. Em seguida, é preciso avaliar a vida útil do ativo. O último fator é o chamado valor residual, o valor aplicado caso seja possível revender o ativo depois de algum tempo, seja quando a vida útil dele se encerrar ou antes.

O cálculo da amortização na contabilidade é simples: (Valor inicial – Valor residual) / Vida útil

O resultado dessa conta é o valor que deve ser amortizado. Isso, para que ao final da vida útil do ativo, a empresa tenha dinheiro em caixa para comprar um novo ativo e a operação não seja afetada.

Os números de Amortização, Depreciação e Exaustão entram no Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE). Além disso, a amortização contábil influencia o cálculo da EBITDA / Lajida, que, inclusive se chama, Lucro antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização.

Há dois pontos importantes sobre a amortização na contabilidade que você precisa conhecer. Eles estão nos parágrafos 1 e 4 do Art. 324, do decreto nº 3.000, de 26 de março de 1999:

A soma das quotas amortizadas não podem ser maiores que o custo de aquisição daquele bem. Além disso, não é possível amortizar ativos que não tenham relação com a produção ou comercialização de bens e serviços pela empresa.

AMORTIZAÇÃO E UM SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL
Como disse ao longo do artigo, não incluir os valores da amortização contábil nos balanços pode gerar penalidades para o negócio.

Por isso, é importante que as empresas tenham especial atenção nas variações provenientes de amortização e depreciação, incluindo esses dados em declarações de renda de pessoa jurídica e em folhas contábeis.

Desse modo, um sistema de gestão empresarial (ERP) pode ajudar a amortização contábil das empresas. Para a amortização na contabilidade, o Bluesoft ERP é ainda mais aderente. Tanto, que em seu módulo fiscal há funcionalidade exclusiva para Amortização e Depreciação, que reflete na DRE e no EBITDA.

Além disso, o sistema possui módulo patrimonial que controla a depreciação e amortização dos bens de uma empresa, no Bluesoft Intelligence há o dashboard de Controle de Itens Patrimoniais que ajuda você a saber o valor de seu ativo patrimonial, o valor residual e de depreciação, além dos impostos recuperáveis PIS e COFINS.

CONCLUSÃO
Espero que o impacto da amortização na contabilidade tenha ficado claro! Os resultados contábeis do seu negócio podem ficar completamente diferentes por não levar a amortização na contabilidade em conta.

AUDITORIA: CONFORMIDADE REGULATÓRIA E RELATÓRIOS

Conformidade é mais do que prevenção. É também saber explorar oportunidades

Conformidade regulatória não significa apenas jogar na defesa. Você também tem a chance de fortalecer a sua organização de forma consistente, com medidas estratégicas e proativas, como melhores práticas, treinamento de funcionários, controles internos e benchmarking adequado à sua indústria e ao porte da sua empresa.


Nossos especialistas em auditoria independente podem orientá-lo, seja qual for o setor ou a região em que você atua, porte ou o alcance geográfico da sua empresa. Nós podemos oferecer conhecimento local, prático e aprofundado, mas também ferramentas globais avançadas de conformidade regulatória.


Podemos ajudá-lo a avaliar o seu perfil de risco e – usando benchmarking estratégico – analisar o seu desempenho empresarial e a sua situação em relação à concorrência. E se você estiver pensando em entrar em um novo mercado ou setor, podemos assessorá-lo sobre as regulamentações mais recentes que afetam o seu investimento, para que você possa tomar a decisão estratégica correta.


Com as mudanças constantes no ambiente regulatório, a conformidade continua sendo um alvo móvel. Estamos aqui para ajudá-lo a se manter no rumo certo, com um foco incansável em gerar valor por meio da conformidade regulatória.

Premium: Contabilidade, Assessoria e Auditoria
Setor Comercial Sul, Quadra 01, Bloco I, Salas 702, 703 e 704, Edifício Central, Asa Sul, Brasilia, DF 70304-900
Tel.: (61) 3964-9328 / 3244-4605 / 3224-4041 / 99279-1914 (claro)